domingo, agosto 15, 2010


Dando seguimento a uma vertente mais informativa, desejo aqui deixar-vos alguns ensinamentos, não meus, mas que irão ser mote para artigos que se seguirão no blogue.
Sugiro um livro técnico, que me acompanhou durante o curso de esteticista e foi de grande utilidade, é bastante prático, sucinto, mas que nos ajuda a entender o nosso corpo sem stresses. Aconselho-o a quem esteja a começar qualquer curso relacionado com a saúde, chama-se: Dicionário Escolar do Corpo Humano, de David Burnie.
Foi deste livro, que retirei estes apontamentos, concretamente das páginas 32 e 33.


Aqui ficam as capas do livro, frente e verso, para os que pretendam adquiri-lo.
 Aconselho-o vivamente, é muito prático.
 
 
Hoje, pretendo falar-vos de algo verdadeiramente fantástico, comum a todos os seres humanos: o Sistema Tegumentar.
"O Sistema Tegumentar, é o conjunto de órgãos e estruturas que protegem o exterior do corpo. O tegumento é uma espécie de cobertura exterior. O Sistema Tegumentar é constituído pela pele e estruturas por ela formadas, como os pêlos e as unhas. Protege o corpo e desempenha um papel importante na homeostasia (conjunto de mecanismos reguladores do equilíbrio corporal no que se refere às características físicas e químicas).

A pele é o órgão mais extenso do corpo. É formada por muitos estratos, contendo variadas estruturas.
Juntamente com os pêlos e as unhas constitui uma verdadeira barreira entre o corpo e o mundo exterior.
 

Estrutura da Pele
É formada por muitos estratos, contendo variadas estruturas.
 
 
PELE
 
Camada exterior do corpo.
A pele é um órgão constituído por diferentes células. Forma uma barreira impermeável à água que impede o corpo de secar. Também o protege dos ataques de microrganismos que causam infecções e dos raios solares ultravioletas. A pele participa na termorregulação e contém células nervosas que detectam a pressão, temperatura e dor. Num adulto a sua superfície chega a atingir cerca de 2m².


EPIDERME

Parte exterior da pele.
A epiderme é um revestimento fino que contém pelo menos quatro camadas diferentes de células.
A mais profunda é a camada basal ou de Malpighi. Possui uma única fila de células que se dividem continuamente, indo as células novas substituir as destruídas na superfície. Sobre a camada de Malpighi está a camada espinhosa que consiste em 8-10 folhas de células formadas por projecções em forma de espinha. Mais para o exterior encontra-se a camada granulosa, cujas células contêm grânulos de queratina. Quando atingem a camada exterior, denominada estrato córneo, as células estão achatadas e mortas.
As células mais externas estão constantemente a desgastar-se e a serem substituídas por novas células formadas nas camadas inferiores.


DERME

Parte mais interior da pele.
A derme é mais espessa do que a epiderme e é formada apenas por células vivas. Contém uma densa rede de capilares sanguíneos, folículos pilosos e glândulas sudoríparas. Há ainda terminações nervosas e receptoras sensíveis à pressão, temperatura e dor.
As fibras de colagénio e de elastina contidas na derme permitem-lhe ter uma certa elasticidade.


PREGAS EPIDÉRMICAS

Pregas na pele das mãos e dos pés.
As mãos estão continuamente a segurar objectos e os pés a comprimir-se contra o chão.
Para os impedir de escorregar, a sua face palmar está coberta com rugas densamente acamadas, com menos de 1mm de altura, dispostas em padrões distintos, que variam de pessoa para pessoa.
Contêm canais sudoríparos e podem deixar uma marca ou impressão digital, quando tocam num objecto ou numa superfície.


Impressões Digitais
À excepção dos gémeos idênticos,
todas as pessoas têm impressões digitais únicas.







 
 
 
 
 
 
   
MELANINA
 
Pigmento que se encontra na pele.
A melanina é uma substância castanho-escura que se encontra na epiderme, nos cabelos e também na retina e na íris. Absorve os raios ultravioletas nocivos do espectro solar, impedindo-os de molestarem o corpo. A exposição aos raios ultravioletas aumenta a produção de melanina e escurece ou bronzeia a pele. As pessoas de pele escura têm muita melanina. As de pele clara têm pouca, embora às vezes concentrada em pequenas manchas mais escuras, denominadas sardas. A produção de melanina é controlada por um único gene. As pessoas a quem falta este gene são designadas por albinas e têm a pele muito pálida e o cabelo branco ou loiro muito claro.


Melanina
A cor da pele de uma pessoa é determinada pela quantidade
de melanina que a sua pele produz.
Varia muito entre pessoas de raças diferentes.


GLÂNDULA SEBÁCEA

Glândula que produz uma substância oleosa.
As glândulas sebáceas estão geralmente ligadas aos folículos pilosos. Produzem um líquido oleoso chamado sebo, que conserva a pele e o cabelo macios e flexíveis.
Encontram-se glândulas sebáceas em todo o corpo, excepto na palma da mão e na planta dos pés. São bastante pequenas na pele dos braços, pernas e tronco e são maiores e mais numerosas na cara e no pescoço.


GLÂNDULA SUDORÍPARA

Poro Sudoríparo
Glândula em espiral que produz suor.
As glândulas sudoríparas situam-se na derme. Cada uma está ligada a uma pequena depressão na pele, denominada poro sudoríparo, através de um pequeno canal excretor.
Quando o corpo aquece demasiado, as glândulas produzem um fluido salgado denominado suor. Este filtra-se através da pele e evapora-se. Ao transformar-se em vapor absorve o calor do sangue que circula sob a superfície da pele e refresca o corpo. Ao processo de produção de suor chama-se transpiração.



 
PÊLO
 
Filamento de células mortas inserido na pele.
Os pêlos crescem em todo o corpo excepto na palma das mãos, planta dos pés, lábios, partes genitais e mamilos.
Protegem a pele e ajudam-nos a sentir algo que se aproxime da sua superfície. Cada pêlo é constituído por células mortas contendo queratina. A sua textura depende do local em que cresce e da idade da pessoa. Um feto, ao desenvolver-se está coberto com uma penugem fina chamada lanugem, que cai antes do nascimento. É substituída por um macio véu que cobre o corpo e por pêlos terminais mais espessos que crescem no escalpo e formam também as sobrancelhas e as pestanas. Os pêlos crescem em pequenas cavidades da pele chamadas folículos pilosos que atravessam a epiderme e a derme. As células na base do folículo multiplicam-se para formarem o pêlo e fazerem-no crescer até 1 cm por mês. Os folículos com uma abertura redonda produzem pêlos lisos. Os que têm uma abertura oval ou curva produzem cabelo encaracolado ou ondulado.


"PELE DE GALINHA" (CUTIS ANSERINA)

Elevação da pele em redor de um folículo piloso.
Quando as pessoas apanham frio, ou se assustam de repente, podem ficar com "pele de galinha". Isto acontece devido à concentração do músculo arrector pili, que puxa o folículo e o pêlo correspondente para uma posição erecta, elevando a pele que está por cima.


UNHA

Estrutura rígida que protege os dedos das mãos e dos pés.
As unhas protegem os dedos das mãos e dos pés e permitem-lhes manusear objectos. São constituídas quase inteiramente por queratina e formadas por células que se multiplicam continuamente, crescendo a uma média de 5 mm por mês. A dobra da pele na base do crescimento da unha chama-se cutícula e faz parte do estrato córneo da pele. O crescente esbranquiçado, junto à raiz, é denominado lúnula e contém algumas das células que se multiplicam para formarem a unha.


Estrutura de uma Unha
As unhas crescem a partir de uma camada de células activas subjacentes à pele, junto da sua base e lados."


 Aqui termina esta breve transcrição do livro acima referido, e que espero possam adquiri-lo e consultá-lo sempre que assim o entenderem.
Deixo-vos com estas preciosas informações sobre o nosso corpo, especificamente a pele, os pêlos e as unhas, que de momento é sobre o que pretendo debruçar-me a seguir...

 
 
segunda-feira, junho 28, 2010

Este Blogue tem por finalidade fornecer as dicas certas e apropriadas para estimular uma auto-estima elevada.
Promover a beleza que existe em cada um de nós, é o mote para "escrevermos" no nosso dia-a-dia pequenos gestos na busca do que de melhor possuimos para proporcionar-nos um infinito bem-estar geral.
Tal como uma planta, o nosso corpo e mente têm de ser estimulados, "regando-os" com uma higiene adequada que nos permita sempre alcançar uma excelente qualidade de vida.


Quando ouvimos falar de higiene, a primeira ideia que nos ocorre à mente tem a ver com limpeza ou a ausência desta, no entanto, higiene abrange muito mais do que a simples limpeza do corpo. Higiene, especificamente higiene de vida, diz respeito a um conjunto de hábitos e gestos que já possuímos ou vamos adquirindo e aperfeiçoando, e que nos permite levar um viver mais saudável, proporcionando-nos um bem-estar inigualável quer física, quer psicologicamente.


                                  


Atentemos a este antigo e tão conhecido ditado, que nos repetiam vezes sem conta durante a nossa infância e adolescência: "Deitar cedo e cedo erguer, dá saúde e faz crescer.", é claro que fazer crescer nos adultos é algo que não faz muito sentido, mas vos garanto que contribui largamente para uma excelente saúde. Então, encontrámos o primeiro passo para uma boa higiene de vida e consequentemente um contributo excelente para a nossa saúde: deitarmo-nos e levantarmo-nos cedo. Mais importante que deitarmo-nos e levantar-nos cedo, é deitarmo-nos a uma hora pré-estabelecida por nós mesmos/as, por exemplo: se tenho por hábito deitar-me à meia-noite, convém que me deite a essa hora todos os dias, procedendo do mesmo modo com o acordar.
Deve acordar-se com pelo menos meia hora de antecedência da hora a que programámos sair de casa, pois devemos acordar sem sobressaltos de maior, espreguiçarmos-nos bem, esticando cada músculo do nosso corpo, depois devemos sair da cama calmamente, nunca esquecendo que estivemos deitados algumas horas e que se de lá saltásemos a correr poderia dar-se uma quebra de tensão.
 

Devemos fazer um pouco de exercício físico, pois tal procedimento dificulta a obstipação. Depois do devido aquecimento, deve fazer-se um pouco de abdominais, e rotação do pescoço, são óptimos para começar o dia, e são simples, sem nos tomar muito tempo.
Após o merecido duche, devemos ingerir um copo de água morna com umas gotinhas de limão que facilitam igualmente o trânsito intestinal.
Não deveríamos sair de casa sem colocarmos um bom creme hidratante no rosto e no corpo, de preferência que contenha um factor elevado (protector solar), ou no caso de pessoas com um tom de pele bastante claro, um ecrã total (protector solar, com elevada protecção aos raios U.V.).
Depois destes rituais matinais, não podemos nunca sair de casa sem um bom pequeno-almoço, constituído por: uma ou duas peças de fruta, cereais, leite, pão, iogurtes, etc. O importante aqui é termos a consciência de que esta refeição é a mais importante do dia, quer porque estivemos muitas horas sem comer, quer porque vamos dar início a mais um dia, e convém que o comecemos cheios de boa disposição e energia.
 No que diz respeito às refeições, encontramos no "baú das nossas memórias " um outro ditado popular muito acertado, como é aliás apanágio, desta gente tão sábia: "deve comer-se pouco, e vastas vezes", subescrevo totalmente este pensamento, pois devemos alimentar-nos pelo menos de três em três horas, com peças de fruta, iogurtes, meio pão, um copo de sumo (de preferência natural e sem gás), ou de leite, etc., o importante é aliarmos pequenas quantidades de alimentos à qualidade destes, de três em três horas.
Água deverá ser, sem dúvida, a nossa mais fiel companheira, pois que é ela que hidrata, repõe muitos nutrientes por nós perdidos durante a sudação, para já não falar no seu magnífico papel na filtragem do sangue nos rins. Deve beber-se 1,5 l a 2 l de água por dia (variando sempre de acordo com a constituição física e necessidades do indivíduo.


Já falei aqui antes de exercício físico, é algo que deve constar da nossa higiene de vida. Independentemente o exercício diário, que apenas é contituído por um ou dois conjuntos de exercícios, não deve faltar na nossa agenda tempo, cerca de uma hora, duas a três vezes por semana de exercício mais intensivo. Deixa-nos em forma, liberta o stress e energia acumulada, dando-nos uma agradável sensação de bem-estar. Claro está, que o exercício físico deve ser realizado com a supervisão de um profissional da área, e adequado à idade, constituição física da pessoa, bem como ter em atenção a existência de algum problema ou disfução de saúde.
Haveria muito mais a dizer sobre hábitos e gestos que deveríamos adoptar para melhorar a nossa higiene de vida, mas por ora, ficam apenas estas simples dicas, que apesar de não serem novidade para ninguém, e ouvirmos constantemente médicos, e não só a falar sobre o assunto, é sempre bom relembrar, quanto mais não seja para nos auto-reeducarmos tentando assim melhorar o nosso dia-a-dia, já de si tão atribulado.

Número total de visualizações de página

Ocorreu um erro neste dispositivo

Search

A carregar...

Eu

A minha fotografia
Isabel Carlos
Viseu, Portugal
Caros Visitantes, Estimados Seguidores: Falo-vos agora um pouco de mim. Esteticista há cerca de 10 anos, e nutrindo profundo gosto pela saúde e bem-estar, resolvi criar o presente blogue, porque é um projecto antigo, e porque julgo ser importante transmitir conhecimento, divulgar a sabedoria que cada um de nós possui sobre determinado assunto. Esta é a minha área, é algo sobre a qual possuo algum conhecimento e experiência, por isso é com orgulho e enorme satisfação que partilho convosco estes apontamentos, espero sinceramente que se revelem úteis.
Ver o meu perfil completo

Seguidores

Isabel Carlos. Com tecnologia do Blogger.